Receita de baba ghanoush

Não sou cozinheira de fim de semana. Todo santo dia preparo pelo menos uma refeição em casa, em geral o jantar. Além de garantir uma alimentação saudável e barata, este é o momento em toda a família se junta pra jogar conversa fora.

Mesmo trabalhando e tendo milhares de outras tarefas todos os dias, faço questão de seguir um cardápio semanal pensado sempre no domingo, com receitas novas e diferentes. Esta semana tivemos o dia árabe. A novidade foi o baba ghanoush (ou Babaghanoush, do árabe بابا غنوج), um prato típico do Oriente Médio, que se prepara com beringela e tahine, que eu mesma fiz porque estava sem em casa. Fica pronto em 30 minutos. Você também pode usar como quitute para festas.

Ingredientes:

2 beringelas

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de tahine

2 colheres de sopa de azeite

Sal

1 colher de sopa de limão

1 pitada de cominho

Modo de fazer:

Corte as beringelas ao meio e asse em forno médio por 20 minutos. Depois disso, retire toda a poupa. Descarte a casca fina que sobrar. Amasse com o garfo ou bata no liquidificador.

Junte alho amassado e todos os outros ingredientes. Mexa bem.

Regue com azeite e sirva decorado com salsa fresca picadinha.

Molho de uva

Aproveitei a geléia de uva que tinha na geladeira para fazer esse molho incrível. Meio doce, meio ácido. Ótimo para servir com carnes ou saladas.

Ingredientes:

2 colheres de sopa de geléia de uva

2 colheres de sopa de aceto balsâmico

2 colheres de sopa de azeite

sal

Pimenta do reino branca

Modo de fazer:

Misture tudo e sirva.

 

Risoto de abóbora

Eu estou começando a achar que dá pra fazer risoto de qualquer coisa. Outro dia vi um colega de trabalho falar, com água na boca,  sobre um risoto de rabada que sua mulher tinha feito.

Eu nem penso mais com antecedência no ingrediente que irá acompanhar o arroz. Vejo na geladeira o que tem e crio na hora. O que não pode faltar em casa são os ingredientes básicos: arroz arbóreo, vinho branco, manteiga e parmesão. Também tento ter sempre no freezer caldos, que podem ser de legumes, carne ou frango. O resto vai no improviso.

Foi assim com este risoto de abóbora. Abri a geladeira e vi uma abóbora linda perdida por lá. Vermelha e enxuta. Dei um confere nos ingredientes básicos e estava faltando e estava tudo lá. Perfeito.

Ingredientes:

– 2 xícaras  de arroz arbóreo
– 500g de abóbora picada em cubos pequenos
– 1 colher de sopa de folhas de manjericão picado
– 2 litros de caldo de legumes
– 1 cebola ralada
– 1/2 xícara de chá de vinho branco seco
– 2 colheres de sopa de azeite de oliva
– 4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
– sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

– Doure a cebola no azeite.

– Junte o arroz e o vinho e mexa por 2 minutos em fogo médio.

– Acrescente a abórora, tempere com o sal e a pimenta do reino e mexa por mais 2 minutos.

– Baixe o fogo e acrescente o caldo de legumes aos poucos, até que o arroz cozinhe.

– Junte a manteira e o manjericão.

– Acrescente 0 queijo e sirva.

Salada de quinoa, feijão preto e milho

Descobri a quinoa. Esse grãozinho poderoso tem 15 gramas de proteína a cada 100 gramas. Por enquanto, estou testando saladas, mas já penso em colocar na granola, fazer hambúrguer e por aí vai.

Essa salada ficou simplesmente maravilhosa!

Ingredientes:

2 xícaras de feijão

2 tomates não muito maduros

1 lata de milho

1 colher de chá de cominho

1 molho de  coentro

1 molho de cenolinha

1 xícara de quinoa

2 limões espremidos

Sal a gosto

Azeite para regar

Modo de fazer:

– Cozinhe o feijão na água com sal. Cuidado para não fique desmanchando. Tem que ficar firme, com a mesma consistência do milho em conserva. Escorra e deixe esfriar.

– Cozinhe a quinoa na água com sal por uns 15 minutos ou até que dobre de tamanho.

– Na saladeira, coloque o coentro e a salsinha bem picados. Junte o suco de limão, o cominho, o sal e o azeite.

– Misture os tomates, milho e feijão e deixe na geladeira por mais ou menos 1 hora.

Quiche de abobrinha

Fazia tempo que eu queria testar essa receita que vi no blog Chucrute com Salsicha (amo!). Trata-se de uma quiche sem massa, muito fácil de fazer e que arrancou muitos elogios da turma aqui de casa. Até minha filha, que não é chegada a um verde, comeu e repetiu.

Não segui o conselho da  receita original, que dizia para comer com tomates assados.

3 abobrinhas cortadas em fatias finas
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola pequena picada
1/2 colher de chá de folhas de tomilho fresco
4 ovos caipiras batidos
2 xícaras de leite integral
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 e 1/2 xícara de ricota bem firme [drene se precisar]
Casca ralada de 1/2 limão
2 colheres de sopa de folhas de manjericão picadas
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
2 xícaras de tomates cerejas
1 colher de sopa de azeite
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Pré-aqueça o forno em 350ºF/ 176ºC. Corte as abobrinhas em fatias finas no comprimento. Usei um descascador de legumes. Unte uma forma redonda ou quadrada de mais o menos 20 cm com azeite, Cubra com fatias de abobrinha, o fundo e os lados, como se fosse uma massa. Reserve.

Numa panela, aqueça 3 colheres de sopa de azeite e refogue a cebola com o tomilho e duas pitadas de sal. Quando a cebola estiver translúcida e quase dourada, retire a panela do fogo e reserve, deixando esfriar.

Numa vasilha misture os ovos, o leite, 1 colher de chá de sal e a farinha de trigo. Adicione a cebola refogada já fria e reserve.

Numa outra vasilha misture a ricota, o queijo parmesão ralado, as folhas de manjericã, as raspas de limão e sal e pimenta do reino moída a gosto.

Despeje a mistura de ovo sobre a forma forrada com fatias de abobrinhas. Coloque colheradas da ricota temperada sobre a mistura de ovos. Use o resto das fatias de abobrinha para decorar, como se fossem fitas, afundando na mistura de ovos, em volta das colheradas de ricota. Pode polvilhar um pouco de queijo parmesão ralado por cima.

Leve ao forno por uns 40 minutos, ou até o quiche estar firme no centro. Remova do forno e deixe esfriar por uns 10 minutos. Sirva com os tomates assados.

Para fazer os tomates assados, coloque os tomates num refratário e tempere com 1 colher de sopa de azeite e sal a gosto. Leve para assar junto com o quiche, quando este estiver nos últimos 10 minutos de forno. Asse até os tomates ficarem bem cozidos.

Salada de espinafre, ricota (ou feta) e tomates cereja

Este fim de semana estamos fazendo spa em casa. Nada de gulodices e comidas gordurosas.

Comecei bem, com esta salada com umas 200 a 250 kcal em um prato bem servido.

Uma delícia e segurou bastante a fome.

Ingredientes:

1 maço de espinafre

300g de tomate cereja

200g de ricota ou queijo feta

Azeite

Limão

Sal

Pimenta branca

Modo de fazer:

– Lave bem o espinafre e separe as folhas apenas. Tempere com o sal, o limão, a pimenta e o azeite.

– Misture a ricota.

– Pique os tomatinhos ao meio e jogue por cima.

– Regue com mais azeite.

Pronto!

Salada de espinafre com morango Vinagrete

Gosto muito de salada com fruta e manga com rúcula é a minha preferida.  Mas acho que encontrei um concorrente à altura, a salada de espinafre com morango.
Receita e foto da Gourmet.
Ingredientes:
2 1/2 colheres de sopa de vinagre de morango
3 colheres de sopa de azeite
1 maço grande de espinafre lavado
1 1/2 xícara de morangos cortados em fatias grossas
1/2 xícara de nozes pela metade e tostadas
sal
Pimenta branca
Modo de fazer:
– Misture o vinagre, uma colher de chá de sal e a pimenta em uma tigela pequena.
– Coloque o espinafre, morango e nozes em uma tigela grande e misture com vinagrete apenas o suficiente para cobrir levemente.
– Acrescente azeite na hora e servir.