Mercado de peixe São Pedro

Eu faço o que for preciso para conseguir ingredientes perfeitos para as minhas receitas. Mesmo que isso signifique ir até outra cidade. Não que cruzar a Baia de Guanabara e ir até Niterói seja um grande sacrifício. Pelo contrário. A visita ao mercado de peixe São Pedro é um passeio incrível.

Dona Teca, a senhora minha Mãe, vive me pedindo para levá-la para aquelas bandas. Juntamos a família e vamos em grupo agradar a matriarca. O legal é que tem uns restaurantes muito honestos no segundo andar, que servem peixe frito e cerveja gelada. Você faz as suas compras e ainda curte um almocinho delícia.

Avenida Visconde do Rio Branco, 55 – Ponta D’Areia
Niterói, Rio de Janeiro. CEP 24020-000
Telefone: (21) 2620-3446
Funcionamento: de terça a sexta, das 6h às 18h. Sábados: das 6h às 16h. E domingos: das 6h às 13h

Especial da Semana Santa: receita de bacalhau com batatas ao murro

Esta é uma receita fácil de fazer a até divertida. Dar uns murros nas batatas é a parte mais legal.

Como o preparo deste bacalhau não tem mistério algum, o que posso dizer é divirta-se e aproveite  esta delícia da culinária portuguesa.

Bacalhau

Ingredientes
720g de bacalhau dessalgado
2 litros de azeite extravirgem
4 ramos de tomilho
4 folhas de louro
4 ramos de alecrim
4 dentes de alho com casca

Modo de preparo

  • Esquente em uma panela média o azeite com as ervas e o alho na temperatura de 60ºC.
  • Coloque o bacalhau e deixe cozinhar por 15 a 20 minutos.

Batatas ao murro

Ingredientes
800g de mini batatas
100ml de azeite extravirgem
2 cebolas fatiadas
2 dentes de alho picados
1 pimenta dedo de moça picada
200g de passas pretas
1 punhado de salsa picada
Sal grosso a gosto

Modo de preparo

  • Espalhe sal grosso em um tabuleiro médio.
  • Ponha as mini batatas cruas, com casca e tudo, por cima do sal grosso.
  • Leve o tabuleiro ao forno por 30 ou 40 minutos a 180ºC. Deixe esfriar.
  • Retire as batatas do tabuleiro e, com as mãos, bata até amassá-las.
  • Ponha azeite em uma frigideira e frite as batatas até ficarem crocantes.
  • Junte as cebolas, o alho, a pimenta dedo de moça e as passas. Acrescente a salsa.

Finalização

  • Coloque as batatas temperadas no prato e disponha o bacalhau em cima delas.
  • Regue com o azeite do cozimento do bacalhau.
  • Decore com o alho com casca, tomilho, louro e alecrim.

Especial da Semana Santa: receita de bacalhau à Gomes Sá

Todo mundo que gosta de bacalhau já provou este prato e provavelmente, assim como eu, não faz ideia de por que raios ele tem este nome. Como a curiosidade mata e a Wikipedia está aí pra isso mesmo, vamos acabar com essa dúvida agora mesmo. José Luís Gomes de Sá foi o cozinheiro  e dono do Restaurante Lisbonense, no Porto, que supostamente inventou esta receita.

Como está é uma receita fácil e bem simples de fazer, é uma boa opção para o festas como Natal e Semana Santa.

Ingredientes:

  • 800 gramas de bacalhau dessalgado e em lascas
  • 1 kg batatas grandes
  • 3 ovos cozidos
  • 3 cebolas
  • 3 dentes alho
  • 1/2 xícara de chá de azeite
  • 1 ramo salsa
  • Sal grosso
  • Quantidade que baste de sal refinado
  • Pimenta do reino moída
  • 1 xícara de azeitonas pretas
  • Leite suficiente para cobrir o bacalhau

Modo de fazer:

  • Limpe as peles e espinhas do bacalhau e separe a carne em lascas. Coloque-as num recipiente, cubra com leite quente e deixe repousar cerca de 1 hora. Escorra.
  • Cozinhe as batatas inteiras e com pele em água temperada com sal grosso, por mais ou menos 35 minutos. Não deixe cozinhar demais para não desfazer. Deixe esfriar um pouco, descasque as batatas e corte em pedaços pequenos.
  • Pique as cebolas em meias luas. Coloque numa frigideira larga e refogue em azeite, juntamente com alho picado, até ficarem transparentes.
  • Misture as batatas ao bacalhau com cuidado para não desmanchar muito. Prove o sal e  tempere com pimenta.
  •  Coloque num tabuleiro, regue com azeite e leve ao forno preaquecido a 200 graus por 15 minutos.
  • Retire do forno e decore com ovos cozidos e cortados em rodelas ou picados, salsa picada e azeitonas pretas. Sirva quente.

Lombo de cação pochê com purê de banana da terra

Comi um prato parecido com este outro dia no Bazzar, em Ipanema. Gostei tanto que voltei ao restaurante para ter certeza de que este tinha se tornado o meu preferido. Tentei imitar a receita algumas vezes, tanto como prato principal quanto como entrada. Não é igual ao original, mas ficou bem parecido.

Por ser um peixe de carne mais firme, o cação não se desfaz ao cozinhar. Perfeito para esta receita, que fica com um sabor bem delicado.

Se for servir como prato principal, deixe o lombro inteiro. Se for entrada, deve picar o lombro em cubos.

Como o peixe leva só uns 15 minutos pra ficar pronto, faça na hora de servir. O purê de banana pode ser feito pouco antes.

Ingredientes:

– 600g de lombo de cação

– 1 vidro pequeno de leite de coco ligh

– 1 pimenta dedo de moça sem sementes e cortada em codelas finas

– 1 maço de coentro

– 500g de banana da terra

– 1 xícara de leite

– 1 colher de sopa de manteiga

– Sal

– Azeite

Modo de fazer:

Cozinhe as bananas por 10 minutos na água com uma pitada de sal. Amasse  ou passe no espremedor.

Leve a manteiga ao fogo para derreter e acrescente a banana. Misture o leite e deixe ferver por uns 5 minutos, mexendo sempre.

Regue o cação com limão e deixe descansar por 3 minutos.

Coloque o leite de coco e o coentro com uma paneja rasa e leve ao fogo. Tempere com sal a gosto. Reserve algumas folhas de coentro para enfeitar.

Quando estiver fervendo, coloque o cação e deixe ferver por 5 minutos. Vire o cação delicadamente e deixe ferver por mais cinco minutos.

Coloque uma porção de purê no prato e o peixe por cima. Regue com um pouco do molho de leite de coco e um fio de azeite.

Enfeite com folhas de coentro e sirva.

Rende 3 porções.

Escondidinho de peixe

Sempre que vou a Petropolis, compro aipim (mandioca) na beira da estrada. Não tem erro, é sempre aquele aipim branquinho, que derrete depois de cozido. Perfeitos para fazer um belo escondidinho de peixe.

Ingredientes:

1 kg de aipim

1 vidro pequeno de leite de coco

6 filés de pescada

1 limão

2 dentes de alho

sal a gosto

4 tomates sem pele e semente

1 cebola

3 colheres de sopa de azeite

1/2 molho de coentro picado

1 copo de requeijão light

Modo de fazer:

Lave os filés de pescada, seque e tempere com o suco de limão, o alho amassado e o sal. Reserve.

Descasque, lave e pique o aipim. Deixe cozinhar em água e sal até que estejam quase desfazendo.

Passe o aipim no processador e junte o leite de coco. Reserve.

Em uma panela, aqueça o azeite, forre com uma camada de tomates e cebolas picados. Coloque os filés de peixes por cima e cubra com o restante dos tomates e cebolas. Tampe a panela e cozinhe em fogo baixo por cerca de 15 minutos.

Junte o coentro e deixe no fogo baixo por mais 5 minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar um pouco.

Pique o peixe grosseiramente e misture novamente o molho.

Unte uma travessa refratária com margarina. Coloque o peixe e o creme de aipim por cima.

Cubra com o requeijão e leve ao forno até dourar.

Lombo de peixe na crosta de amêndoas

Estava há um tempinho querendo testar esta receita. Fiz pequeninas alterações e ficou uma delícia.

Escolhi o cação porque era o único lombro com uma boa espessura que encontrei no supermercado. Você pode fazer também com robalo ou linguado, desde que o lombro tenha uns 3cm de espessura.

Ingredientes

1 lombo de peixe branco e sem espinhos

3 fatias de pão de forma

suco de 1 limão

sal

pimenta do reino

3 dentes de alho

endro

10 amendoas

azeite

1 ramo de aneto fresco

Modo de fazer

Leve ao forno as fatias de pão e as amêndoas para dar uma ligera torrada. Retire do forno e reserve.

Tempere o peixe com limão, sal, pimenta do reino e metade do alho. Leve ao forno pré-aquecido baixo por cerca 10 minutos.

Triture o pão e as amêndoas no liquidificador até ficar uma farofa seca.

Leve ao fogo o alho com um fio de azeite e deixe dourar. Junte a farofa e mexa. Desligue o fogo e regue com mais azeite.

Retire o peixe do forno e cubra com a farofa. Coloque o aneto picado por cima e leve ao forno por 15 minutos.

Sirva com purê de mandioquinha e vagens grelhadas com shoyo.

Não esqueça um bom vinho branco para acompanhar.

Rende 3 porções.

Cassoulet de frutos do mar

Cassoulet

Estava há dias com uma vontade quase louca que comer feijão, melhor seria até uma feijoada. Aí vieram as demandas da família: minha sogra em visita à minha casa disse que estava com saudade dos meus pratos com peixe; minha filha pediu lula, seu prato preferido no momento; e meu marido queria uma refeição que combinasse com John Coltrane. Nada melhor que um cassoulet de frutos do mar!

O cassoulet é um prato tradicional da culinária francesa, da região de Limousin, feito com pato, frango, ganso ou cordeiro. A versão com frutos do mar é uma adaptação bem interessante.

Servi com arroz cateto vermelho e me permiti a extravagância do azeite trufado. Ficou espetacular.

Ingredientes:

500g de feijão branco

500 gramas de mistura para paelha (lula, mexilhão, camarão e polvo)

300g de filés de congro picados

300g de camarão miúdo

1 cabeça de alho

sal

pimenta do reino

Ervas de Provance

cominho

azeite

noz moscada

limão

4 tomates pelados

Modo de fazer:

Tempere os camarões miúdos com sal, pimenta do reino, cominho, alho e ervas e cozinhe em 500 ml de águá.

Coloque o feijão para cozinhar com o caldo dos camarões e complete com água.Cerca de 30 minutos são suficientes.

Enquanto isso, tempere o peixe e a mistura para paelha com limão, sal, pimenta, ervas, cominho e noz moscada.

Coloque os frutos do mar em panela pré-aquecida com azeite* e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos.  Ajuste o sal e reserve.

*Aqui em casa eu uso panelas com teflon porque não gosto de aquecer o azeite para que ele não vire gordura do mal. Coloco apenas no prato já pronto.

Quando o feijão estiver cozido, adicione os frutos do mar e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos.

Voila!