Especial da Semana Santa: receita de frigideira de bacalhau

Esta receita de frigideira é um clássico na casa da minha mãe. Não faço ideia da origem, mas pelo uso do leite de coco, suponho que seja do Espírito Santo, de onde vem toda a minha família.

Esta é uma receita fácil e que dispensa grandes acompanhamentos, bastando apenas uma saladinha verde. Pode ser uma alternativa diferente para o almoço de Páscoa.

Ingredientes:

  • 800 gramas de bacalhau dessalgado
  • 3 dentes de alho amassados
  • 2 cebolas grandes bem picadas
  • 4 tomates sem pele e sem sementes
  • 1/4 de xícara de chá de azeite
  • 1/2 xícara de coentro picado
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 4 gemas
  • 4 claras batidas em neve
  • 1 garrafa pequena de leite de coco
  • Azeitonas
  • Sal
  • Pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

  • Retire pele e espinhas do bacalhau. Desfie.
  • Em uma panela coloque o azeite, as cebolas e o alho e frite até ficarem transparentes.
  • Junte o bacalhau desfiado, os tomates e o coentro e refogue. Tampe e deixe cozinhar por 20 minutos, mexendo de vez em quando.
  • Acrescente a farinha de trigo, misture e junte o leite de coco. Cozinhe mexendo até engrossar.
  • Tempere com o sal e a pimenta.
  • Retire do fogo e coloque numa forma untada com azeite.
  • Bata as claras em neve, acrescente as gemas e bata delicadamente.
  • Misture 1/2 xícara de chá da mistura de ovos ao bacalhau.
  • Espalhe o restante sobre o bacalhau e leve ao forno preaquecido a 200ºC  por 10 minutos ou  até dourar.

Pudim de leite moça

Não tenho dúvida alguma de que o pudim de leite moça é é a sobremesa mais tradicional do país. Está em todas as festas, da Páscoa ao Natal e ainda aparece ao longo do ano finalizando as mais triviais refeições. Por isso, não podia faltar nesta ceia.

Ingredientes:

3 ovos

1 lata de leite condensado

1 lata de leite

3 colheres de açúcar

Modo de fazer:

Bata os ovos, o leite condensado e o leite (medido na lata do leite condençado mesmo) no liquidificador.

Faça uma calda com o açúcar, não muito queimada. Pode ser na própria forma, uma daquelas com furo no meio.

Coloque o creme sobre a calda e leve ao forno médio, em banho maria, por 40 minutos. Deixe esfriar antes de levar à geladeira.

Para desenformar, dê uma leve aquecida do fundo antes de virar.

Preparando o Natal

Já é Natal na Leader Magazine!

Quando o jingle da varejista começa a ser repetido pelos quatro cantos é hora de organizar o grande encontro da família. Este ano será um Natal bem desanimado. O clã ainda está baqueado pela perda de uma irmã querida, mas a vida continua para os que ficam…

Sempre dividimos as tarefas, mas este ano achei melhor eu ficar responsável pelo forno e fogão. Minha irmã restante não é dada às artes culinárias e a velha dona Teca merece um descanso. Não vou inventar a roda e tampouco exagerar nas quantidades. Fartura definitivamente não é sinônimo de desperdício.

Cheguei a um cardápio que considero clássico e  apetitoso. Postarei os resultados depois.

Entradas:
Bolinho de bacalhau ao forno
Salada verde
Strudel de bacalhau

Pratos principais:
Peru ou chester recheado com farofa de nozes
purê de maçãs com amêndoas
Arroz com castanhas
Lombinho festivo
Sobremesas:
Manjar diet (Dona Teca é diabética e merece muito adoçar sua vida)
Gelado de manga com coco
Pudim de leite

Totalmente dispensável, mas nós amamos:
Panetone
Rabanada ao forno

Bebidas
Sangria
Refrigerante e mate