Comida da gente: solidariedade do produtor ao consumiror

Faz um tempo que estou buscando uma alimentação mais saudável, sem agriotóxicos e ingredientes industrializados. Sempre achei muito difícil e caro manter esse esquema, até ser apresentada ao grupo Comida da Gente, no Facebook.

A ideia do grupo é facilitar a compra de alimentos saudáveis, eliminando os intermediários entre o consumidor e o produtor. Funciona assim: se eu estiver interessada em comprar um produto, posso buscar um produtor e organizar uma compra coletiva com as pessoas do grupo. Outra forma é o próprio produtor organizar a lista e cuidar de todo o processo.

Em geral, tanto os organizadores quanto os produtores precisam de pessoas que se voluntariam para distribuir volumes menores da compra em seus bairros. Essas pessoas, chamadas de deslocadores, fazem isso apenas por serem solidárias, não ganhando nada com isso.

Vende de tudo no grupo, de cestas de vegetais até mudas de frutas raras e exóticas. Adoro os cogumelos, as frutas vermelhas, os queijos e, em especial, os grãos e castanhas que faço logo um estoque.

O grupo é fantástico e tem muita gente legal se dispondo a fazer o bem para o outro. Para manter esse clima, sugiro que os novatos leiam as regras do grupo e tentem entender como funciona antes de começar a participar. É uma comunidade que, como qualquer outra, tem seus protocolos. Cuidado para não ser deselegante.